‘Uber chinesa’ estuda gravar conversas entre motoristas e passageiros

Essa seria uma das respostas de prevenção da companhia após o homicídio de uma passageira do serviço Didi Hitch

A Didi Chuxing, considerada a ‘Uber chinesa’, dona da 99 no Brasil, revelou nesta semana que estuda gravar diálogos entre motoristas e passageiros durante as corridas de seus carros.

Essa seria uma das respostas de prevenção da companhia após o homicídio de uma passageira do serviço Didi Hitch, que pertence à Didi Chuxing. Depois do episódio, a companhia interrompeu o funcionamento por uma semana e já informou que está realizando uma revisão interna.

Uma das hipóteses do crime é a de estupro, segundo familiares da vítima, identificada apenas como Li. Imagens de segurança mostram, também, o motorista se jogando dentro de um rio.

Comentários

premium

Cadastrar

Para ler suas notificações, registre-se no Giro Business. Nós o manteremos informado sobre os tópicos que mais lhe interessam.

Login com Facebook Login com LinkedIn Cadastrar com e-mail
Já é cadastrado? Clique aqui

Login

Esqueci minha senha

Escreva seu email abaixo e você receberá um e-mail de recuperação da senha