Temer endurece tom e afirma que reforma da Previdência acabará com privilégios

Ele voltou a defender que a reforma da Previdência acabará com os privilégios dos servidores públicos.

O presidente Michel Temer voltou a reafirmar na segunda-feira (13) o compromisso do governo com a reforma da Previdência. Em cerimônia de entrega simbólica das primeiras unidades do Cartão Reforma, Temer disse também que pretende aprovar as mudanças ainda este ano.

“Vamos completar essa fase reformista que adotamos no país durante esse governo, quem sabe ainda neste ano. Quem sabe, não, com toda certeza. Aqui a gente diz uma coisa e depois dizem que há dúvida. Não há dúvida. Nós vamos fazer a reforma previdenciária, que é importante para o país e vamos desmistificar e desmentir certas coisas que disseram no começo”, afirmou.

Ele voltou a defender que a reforma da Previdência acabará com os privilégios dos servidores públicos.

“Não faz sentido os trabalhadores da iniciativa privada levarem um tempo mais longo para se aposentar e se aposentem com valor pequeno, enquanto servidores públicos se aposentam mais cedo e com valores estratosféricos. Estamos tendo coragem para fazer isso”, acrescentou.

Comentários

premium

Cadastrar

Para ler suas notificações, registre-se no Giro Business. Nós o manteremos informado sobre os tópicos que mais lhe interessam.

Login com Facebook Login com LinkedIn Cadastrar com e-mail
Já é cadastrado? Clique aqui

Login

Esqueci minha senha

Escreva seu email abaixo e você receberá um e-mail de recuperação da senha