S&P rebaixa a nota de crédito do Brasil

Isso significa que o país continua com selo de bom pagador, mas está três degraus abaixo do grau de investimento.

O governo iniciou a sexta-feira (12) com uma má notícia no radar: a agência de classificação de risco Standard&Poor’s (S&P) rebaixou a nota de crédito do Brasil de BB para BB-. Isso significa que o país continua com selo de bom pagador, mas está três degraus abaixo do grau de investimento.

Apesar do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, negociar, o rebaixamento já era esperado por parte do mercado em razão do governo ter dificuldades em aprovar a reforma da Previdência. A agência justificou que os ajustes do governo de Temer “não são suficientes”.

“Apesar de vários avanços da administração Temer, o Brasil fez progresso mais lento que o esperado em implementar uma legislação significativa para corrigir a derrapagem fiscal estrutural e o aumento dos níveis de endividamento”, destacou a S&P em relatório, destacando que as eleições 2018 podem agravar o cenário.

A S&P destacou, também, que “ocorreram retrocessos até mesmo com medidas fiscais de curto prazo – como uma determinação para suspender o adiamento das altas de salários dos funcionários públicos”.

Comentários

premium

Cadastrar

Para ler suas notificações, registre-se no Giro Business. Nós o manteremos informado sobre os tópicos que mais lhe interessam.

Login com Facebook Login com LinkedIn Cadastrar com e-mail
Já é cadastrado? Clique aqui

Login

Esqueci minha senha

Escreva seu email abaixo e você receberá um e-mail de recuperação da senha