Prejuízo da BRF cai 60,2% no 1º tri, para R$ 144 milhões

O resultado financeiro, por sua vez, ficou em negativo em R$ 517 milhões.

A BRF reportou um prejuízo líquido de R$ 144 milhões no primeiro trimestre de 2018, 60,2% menor em relação ao registrado no mesmo período do ano passado, de R$ 286 milhões.

A receita líquida da BRF somou R$ 8,203 bilhões, alta de 5% ante o primeiro trimestre de 2017.

Já o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) atingiu R$ 783 milhões, representando um crescimento de 53,8% na comparação anual. A margem Ebitda ficou em 9,5%.

O resultado financeiro, por sua vez, ficou em negativo em R$ 517 milhões. No primeiro trimestre do ano passado, o resultado também ficou em negativo, em R$ 413 milhões.

Leia também: Pedro Parente revela os desafios que tem pela frente na BRF

Enquanto isso, a BRF passa por uma de suas maiores mudanças internas. A companhia elegeu Pedro Parente, presidente da Petrobras, para ocupar a cadeira da presidência do conselho de administração da empresa no lugar de Abilio Diniz.

Comentários

premium

Cadastrar

Para ler suas notificações, registre-se no Giro Business. Nós o manteremos informado sobre os tópicos que mais lhe interessam.

Login com Facebook Login com LinkedIn Cadastrar com e-mail
Já é cadastrado? Clique aqui

Login

Esqueci minha senha

Escreva seu email abaixo e você receberá um e-mail de recuperação da senha