PF investiga pagamento de propina pela JBS para liberar créditos tributários

A investigação aponta o pagamento de R$ 160 milhões em propina para facilitar a liberação de créditos tributários.

A Polícia Federal informou que realiza a Operação Baixo Augusta, um desdobramento da Operação Lava Jato baseado nas delações premiadas dos executivos da JBS. A investigação aponta o pagamento de R$ 160 milhões em propina para facilitar a liberação pela Receita Federal de créditos tributários.

“As provas já colhidas no inquérito confirmam o relato de que um esquema de pagamento de propinas funcionava desde 2004 para agilizar a liberação de recursos que a companhia teria a receber do Fisco”, disse a Polícia Federal em comunicado.

“Estima-se que o total de créditos tributários liberados à JBS a partir do esquema chegue a 2 bilhões de reais ao longo do período”, acrescentou a PF.

Comentários

premium

Cadastrar

Para ler suas notificações, registre-se no Giro Business. Nós o manteremos informado sobre os tópicos que mais lhe interessam.

Login com Facebook Login com LinkedIn Cadastrar com e-mail
Já é cadastrado? Clique aqui

Login

Esqueci minha senha

Escreva seu email abaixo e você receberá um e-mail de recuperação da senha