Netshoes lança e-commerce próprio após resultados negativos

Antes lançar a plataforma própria, a Netshoes testou por um ano o sistema em lojas virtuais de clubes brasileiros de futebol administrados pela companhia.

Em meio às notícias negativas, como balanço trimestral negativo e queda nas ações, a Netshoes lançou na quinta-feira (16) o próprio e-commerce. Com a estratégia de recuperar a confiança dos investidores, a companhia reverteu a queda na Bolsa: as ações subiam 9,35% com o anúncio.

“A plataforma entrega para os clientes lojas mais rápidas e dinâmicas, melhorando também a personalização de acordo com os interesses de cada cliente. Isso favorece a navegação tanto no desktop, quanto no m-site e aplicativos da marca, elevando ainda mais a experiência de compra do cliente, principal objetivo da Netshoes”, explica André Petenussi, diretor de tecnologia da companhia.

Antes lançar a plataforma própria, a Netshoes testou por um ano o sistema em lojas virtuais de clubes brasileiros de futebol administrados pela companhia.

“A plataforma simplifica muito a evolução e manutenção se comparada com a anterior. Inteiramente orientada a microsserviços e rodando em uma infraestrutura na nuvem ganhamos em otimização, agilidade e customização, adicionando valor ao negócio com ganho de escala e redução de custo, ou seja, e-commerces mais eficientes e produtos, e muito mais dinâmicos que os anteriores”, finaliza.

Comentários

premium

Cadastrar

Para ler suas notificações, registre-se no Giro Business. Nós o manteremos informado sobre os tópicos que mais lhe interessam.

Login com Facebook Login com LinkedIn Cadastrar com e-mail
Já é cadastrado? Clique aqui

Login

Esqueci minha senha

Escreva seu email abaixo e você receberá um e-mail de recuperação da senha