Neoenergia critica participação de estatais estrangeiras na energia do Brasil

Neoenergia disputa o controle da Eletropaulo com a Enel

O presidente da Neoenergia, Mario Ruiz-Tagle, criticou abertamente o governo por não limitar a participação de estatais estrangeiras no setor de energia do Brasil. Sua empresa disputa o controle da Eletropaulo com a Enel.

“Estados não têm o mesmo racional econômico que companhias privadas e quem paga por isso é o consumidor, o cidadão”, disse Mario, em entrevista ao jornal Valor Econômico. “O governo não precisaria impedir estatais estrangeiras de entrar aqui, mas poderia limitar. Ou exigir contrapartidas de investimentos”, argumentou.

Em entrevista ao jornal, Ruiz-Tagle teceu críticas aos reguladores e ao governo, que, segundo ele, não demonstraram preocupação sobre os planos futuros da Eletropaulo.

Comentários

premium

Cadastrar

Para ler suas notificações, registre-se no Giro Business. Nós o manteremos informado sobre os tópicos que mais lhe interessam.

Login com Facebook Login com LinkedIn Cadastrar com e-mail
Já é cadastrado? Clique aqui

Login

Esqueci minha senha

Escreva seu email abaixo e você receberá um e-mail de recuperação da senha