Moro ordena prisão de Lula; petista tem até hoje para se apresentar

Ainda no texto, Moro proíbe o uso de algemas durante o cumprimento de pena.

O juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal da Curitiba, determinou a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, após o Supremo Tribunal Federal (STF) negar o habeas corpus. O petista tem o prazo de até hoje, às 17h, para se apresentar à sede da Polícia Federal.

“Relativamente ao condenado e ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, concedo-lhe, em atenção à dignidade cargo que ocupou, a oportunidade de apresentar-se voluntariamente à Polícia Federal em Curitiba até as 17:00 do dia 06/04/2018, quando deverá ser cumprido o mandado de prisão”, diz o texto.

Ainda no texto, Moro proíbe o uso de algemas durante o cumprimento de pena e pediu que a apresentação de Lula seja acertada com a defesa do petista e com o superintendente da PF do Paraná.

Depois do anúncio de Moro, Lula passou a noite no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP). Apoiadores do ex-presidente fazem uma vigília em frente ao local. A ex-presidente Dilma Rousseff também esteve no local.

Comentários

premium

Cadastrar

Para ler suas notificações, registre-se no Giro Business. Nós o manteremos informado sobre os tópicos que mais lhe interessam.

Login com Facebook Login com LinkedIn Cadastrar com e-mail
Já é cadastrado? Clique aqui

Login

Esqueci minha senha

Escreva seu email abaixo e você receberá um e-mail de recuperação da senha