McDonald’s testa atendimento que não precisa de funcionário

Internacionalmente, Austrália, Canadá e Reino Unido já contam com a tecnologia

O McDonald’s pode ser a pioneira entre as redes fast-food a automatizar quase que 100% o seu atendimento. A reportagem do site Exame diz, até, que os atendentes correm risco de desaparecer.

Segundo o site, o McDonald’s começa a testar um atendimento que não precisa necessariamente de funcionários. A rede quer que os próprios consumidores se atendam, por meio de painéis ou smartphones.

“Descobrimos que, quando as pessoas ponderam mais tempo, selecionam mais itens”, contou o CEO Steve Easterbrook ao veículo americano CNBC. “Há uma leve alta do nosso tíquete médio”.

Internacionalmente, Austrália, Canadá e Reino Unido já contam com a tecnologia, enquanto Alemanha e França estão perto de entrar nos planos da rede. O plano é mudar 1 mil lojas a cada quadrimestre pelos próximos dois anos.

Comentários

premium

Cadastrar

Para ler suas notificações, registre-se no Giro Business. Nós o manteremos informado sobre os tópicos que mais lhe interessam.

Login com Facebook Login com LinkedIn Cadastrar com e-mail
Já é cadastrado? Clique aqui

Login

Esqueci minha senha

Escreva seu email abaixo e você receberá um e-mail de recuperação da senha