Mark Zuckerberg depõe por 5 horas no Senado dos EUA e admite erros do Facebook

Ele disse também que o Facebook vai realizar mudanças que vão impactar significativamente seus lucros.

O Senado dos Estados Unidos foi movimentado na terça-feira (10) com a presença do presidente-executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, que foi chamado a depor para prestar esclarecimentos sobre o caso Cambridge Analytica. O episódio pôs em xeque a credibilidade da rede social perante às autoridades americanas.

Segundo a imprensa estrangeira, 44 senadores participaram da audiência, que durou cerca de 5 horas. “Esse episódio (Cambridge Analytica) claramente nos machucou e evidentemente tornou mais difícil para nós alcançar a nossa missão social. Nós agora temos muito trabalho para reconstruir uma confiança”, disse Zuckerberg.

Ele disse também que o Facebook vai realizar mudanças que vão impactar significativamente seus lucros. “Proteger nossa comunidade é mais importante que maximizar os lucros”, afirmou.

Nesta quarta-feira (11), Zuckerberg enfrenta mais uma audiência, agora na Câmara dos Deputados americana.

Comentários

premium

Cadastrar

Para ler suas notificações, registre-se no Giro Business. Nós o manteremos informado sobre os tópicos que mais lhe interessam.

Login com Facebook Login com LinkedIn Cadastrar com e-mail
Já é cadastrado? Clique aqui

Login

Esqueci minha senha

Escreva seu email abaixo e você receberá um e-mail de recuperação da senha