Marca sueca é duramente criticada por foto publicitária considerada racista

A H&M, por sua vez, pediu desculpas e informou que a foto foi retirada do site da marca.

A marca de roupas sueca Hennes et Mauritz (H&M) foi duramente criticada por colocar em seu site uma foto de um menino negro vestindo um casaco com a seguinte frase: “Coolest monkey in the jungle” (O macaco mais legal da selva).

Diversos usuários e personalidades acusaram a marca de incentivar o racismo. “Quem teve a ideia na H&M de pôr este doce menino negro com um moletom que diz ‘O macaco mais legal da selva’?”, indignou-se a modelo Stephanie Yeboah no domingo no Twitter.

A H&M, por sua vez, pediu desculpas e informou que a foto foi retirada do site da marca. “Pedimos desculpas aos que se sentiram ofendidos”, disse um porta-voz.

Comentários

premium

Cadastrar

Para ler suas notificações, registre-se no Giro Business. Nós o manteremos informado sobre os tópicos que mais lhe interessam.

Login com Facebook Login com LinkedIn Cadastrar com e-mail
Já é cadastrado? Clique aqui

Login

Esqueci minha senha

Escreva seu email abaixo e você receberá um e-mail de recuperação da senha