Joesley e Saud serão transferidos para Brasília

Os dois passaram a noite na sede da Polícia Federal, em São Paulo

Os executivos da JBS, Joesley Batista e Ricardo Saud, presos no domingo, serão transferidos no início da tarde desta segunda-feira (11) para Brasília. Os dois passaram a noite na sede da Polícia Federal, em São Paulo, atendendo ao pedido de prisão do procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Enquanto isso, a Polícia Federal realiza buscas na casa de Joesley Batista, também em São Paulo. A operação se estende ao ex-procurador Marcelo Miller, alvo de investigações por ter supostamente favorecido a JBS, no Rio de Janeiro.

O advogado de Joesley e Saud, Antonio Carlos de Almeida Castro, disse ontem que a decisão de Rodrigo Janot vai pôr em xeque a credibilidade da PGR. “Não pode o Dr. Janot agir com falta de lealdade e, insinuar que o acordo de delação foi descumprido. Os clientes prestaram declarações e se colocaram sempre à disposição da Justiça”, diz Kakay. “Este é mais um elemento forte que levará a descrença e a falta de credibilidade do instituto da delação”.

Comentários

premium

Cadastrar

Para ler suas notificações, registre-se no Giro Business. Nós o manteremos informado sobre os tópicos que mais lhe interessam.

Login com Facebook Login com LinkedIn Cadastrar com e-mail
Já é cadastrado? Clique aqui

Login

Esqueci minha senha

Escreva seu email abaixo e você receberá um e-mail de recuperação da senha