Informante diz que Rússia teve acesso aos dados vazados do Facebook

Christopher Wylie participou de uma comissão do Senado para explicar detalhes sobre o vazamento de dados do Facebook

Responsável por trazer à tona o vazamento de dados de milhões de usuários do Facebook, Christopher Wylie afirmou durante uma comissão do Senado americano que a consultoria política Cambridge Analytica, responsável por colher os dados, compartilhou as informações com companhias vinculadas à inteligência russa.

“Isso significa que, além dos dados do Facebook aos quais a Rússia teve acesso, existem motivos razoáveis para suspeitar que a CA (Cambridge Analytica) pode ter sido alvo da Inteligência dos serviços de Segurança russos, e que os serviços de Segurança russos podem ter sido informados da existência dos dados do Facebook da CA”, informou Wylie em seu depoimento escrito.

Uma das peças principais para as investigações, Wylie disse ainda que a Cambridge Analytica “usou pesquisadores russos para coletar seus dados, abertamente compartilhou informações sobre ‘campanha de rumores’ e ‘inoculação de atitude’ com companhias e executivos vinculados à agência de Inteligência russa FSB”.

As informações foram divulgadas na terça-feira pelo jornal New York Time, que não esclareceu se a investigação está relacionada com o processo que investiga o suposto conluio entre a equipe de Donald Trump e a Rússia nas eleições de 2016.

Comentários

premium

Cadastrar

Para ler suas notificações, registre-se no Giro Business. Nós o manteremos informado sobre os tópicos que mais lhe interessam.

Login com Facebook Login com LinkedIn Cadastrar com e-mail
Já é cadastrado? Clique aqui

Login

Esqueci minha senha

Escreva seu email abaixo e você receberá um e-mail de recuperação da senha