Eike Batista propõe pagar uma multa de R$ 55 milhões em acordo de delação

O empresário teria repassado US$ 16,5 milhões ao ex-governador Sérgio Cabral, segundo apurou a Lava Jato do Rio.

O empresário Eike Batista propôs à Justiça o pagamento de multa no valor de R$ 55 milhões no acordo de delação premiada. O acordo está para ser homologado nos próximos dias pelo Supremo Tribunal Federal.

Segundo o jornal O Estado de São Paulo, o valor seria “ressarcimento” de toda propina que Eike pagou a políticos. A quantia, também, é superior a fiança de R$ 52 milhões que pagou à 7º Vara Federal Criminal do Rio.

“Quero colaborar 100% com a Justiça. É o meu dever. Sobre essa questão (suposto pagamento de propina a Cabral), a recomendação dos meus advogados neste instante é ficar em silêncio”, disse Eike, ao juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal.

O empresário teria repassado US$ 16,5 milhões ao ex-governador Sérgio Cabral, segundo apurou a Lava Jato do Rio. Cabral nega.

Comentários

premium

Cadastrar

Para ler suas notificações, registre-se no Giro Business. Nós o manteremos informado sobre os tópicos que mais lhe interessam.

Login com Facebook Login com LinkedIn Cadastrar com e-mail
Já é cadastrado? Clique aqui

Login

Esqueci minha senha

Escreva seu email abaixo e você receberá um e-mail de recuperação da senha