Coca-Cola oferece US$ 1 milhão para quem achar o substituto do açúcar

A estratégia da Coca-Cola é diminuir o ritmo de queda de consumo de refrigerante nos Estados Unidos.

Uma das maiores empresas de refrigerantes do mundo, a Coca-Cola, está disposta a pagar US$ 1 milhão para quem encontrar uma alternativa natural ao açúcar. A empresa quer uma substância natural, segura e de baixa caloria que possa ser usada em alimentos e bebidas.

A estratégia da Coca-Cola é diminuir o ritmo de queda de consumo de refrigerante nos Estados Unidos. No último levantamento, mostrou que os americanos bebem 19% menos refrigerantes do que há 15 anos atrás.

A Coca-Cola, no entanto, impôs algumas restrições: não pode ser a base de estévia, fruta-dos-monges e nem ser extraída de alguma espécie de planta protegida.

Algumas substâncias já foram testadas em refrigerantes diets para tentar substituir o açúcar, como sacarina, aspartame e até sucralose na Pepsi Diet, mas as três foram rejeitadas pelos consumidores. O extrato de estévia na Coca-Cola, por exemplo, foi testado e também foi motivo de reclamação.

Comentários

premium

Cadastrar

Para ler suas notificações, registre-se no Giro Business. Nós o manteremos informado sobre os tópicos que mais lhe interessam.

Login com Facebook Login com LinkedIn Cadastrar com e-mail
Já é cadastrado? Clique aqui

Login

Esqueci minha senha

Escreva seu email abaixo e você receberá um e-mail de recuperação da senha