Coca-Cola deixa McKinsey na África do Sul após escândalo

A Coca-Cola não terá os serviços da McKinsey “até que sejam concluídas investigações externas sobre a possível corrupção”.

A Coca-Cola informou ao jornal “Financial Times” que deixou de trabalhar com a McKinsey após a empresa de consultoria se envolver em diversos escândalos na África do Sul.

Segundo a nota, a Coca-Cola não terá os serviços da McKinsey “até que sejam concluídas investigações externas sobre a possível corrupção”.

A maior empresa de consultoria do mundo pôs em xeque sua reputação na África do Sul quando não encontrou evidências de irregularidades entre a consultoria local Trillian Capital e a estatal Eskom. A McKinsey admitiu que houve “vários erros de julgamento”.

Não só a Coca-Cola, mas grandes empresas e bancos cortaram laços com a McKinsey, que espera se recuperar do baque.

Comentários

premium

Cadastrar

Para ler suas notificações, registre-se no Giro Business. Nós o manteremos informado sobre os tópicos que mais lhe interessam.

Login com Facebook Login com LinkedIn Cadastrar com e-mail
Já é cadastrado? Clique aqui

Login

Esqueci minha senha

Escreva seu email abaixo e você receberá um e-mail de recuperação da senha