CEO da Mastercard detona Bitcoin e chama as criptomoedas de “lixo”

Para Banga, o Bitcoin facilita as atividades ilegais.

O CEO da Mastercard, Ajay Banga, fez duras críticas contra todos os tipos de criptomoedas que não são reguladas pelo governo. A posição do executivo sobre as moedas digitais causou polêmica.

“Se o governo criar moeda digital, encontraremos uma maneira de estar no jogo. Nós forneceremos trilhos para mover o dinheiro do cliente para o comerciante. As moedas digitais exigidas pelo governo são interessantes. A moeda obrigatória não governamental é lixo”, disse.

Para Banga, o Bitcoin facilita as atividades ilegais. “Se eu pagar uma garrafa de água em Bitcoin, um dia são duas garrafas para um Bitcoin no outro dia são 9 mil garrafas. Isso não funciona. Qualquer moeda precisa de estabilidade e transparência, caso contrário, você terá todas as atividades ilegais do mundo. Por que o vírus ransomware (wannacry ransomware) queria pagamento em Bitcoin? Por que a China criticou o Bitcoin?”

Ontem, o bitcoin teve valorização de mais de 4%, chegando perto do recorde máximo. A moeda fechou o dia custando US$ 4.800.

Comentários

premium

Cadastrar

Para ler suas notificações, registre-se no Giro Business. Nós o manteremos informado sobre os tópicos que mais lhe interessam.

Login com Facebook Login com LinkedIn Cadastrar com e-mail
Já é cadastrado? Clique aqui

Login

Esqueci minha senha

Escreva seu email abaixo e você receberá um e-mail de recuperação da senha