Cade deve reprovar compra da Liquigás pela Ultragaz

A decisão de rejeitar a operação é vista como certa pelo mercado.

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) julga nesta quarta-feira (28) a aquisição da Liquigás, da Petrobras, pela Ultragaz, em um negócio avaliado em R$ 2,8 bilhões.

A grande possibilidade é que o órgão antitruste rejeite a operação devido a alta concentração no mercado que a compra causaria.

O negócio seria vantajoso tanto para a Petrobras – que está em processo de desinvestimentos de ativos – quanto para a Ultragaz, que ganharia mais mercado.

A decisão de rejeitar a operação é vista como certa pelo mercado.

Comentários

premium

Cadastrar

Para ler suas notificações, registre-se no Giro Business. Nós o manteremos informado sobre os tópicos que mais lhe interessam.

Login com Facebook Login com LinkedIn Cadastrar com e-mail
Já é cadastrado? Clique aqui

Login

Esqueci minha senha

Escreva seu email abaixo e você receberá um e-mail de recuperação da senha