BRF vive maus momentos e pressão por resultados, diz jornal

Desde que Drummond foi escolhido, em novembro, a BRF perdeu R$ 4,6 bilhões em valor de mercado - cerca de 13,6%.

Sob comando de José Aurélio Drummond Jr., atual CEO da companhia, escolhido recentemente pelo conselho de administração, a BRF enfrenta maus momentos e uma grande pressão de acionistas por resultados. É o que informa a reportagem publicada pelo jornal Valor Econômico nesta quarta-feira (20).

No pregão de ontem, as ações da BRF chegou ao menor patamar em cinco anos, se recuperaram e encerraram a sessão no menor nível desde março. A queda decepcionou analistas e acionistas, que acreditavam que com a escolha de um novo CEO inaugurasse um clima mais otimista.

De acordo com a reportagem, desde que Drummond foi escolhido, a BRF perdeu R$ 4,6 bilhões em valor de mercado – cerca de 13,6%. O que a publicação chama atenção é o fato da dona da Sadia e Perdigão mergulhar em um clima de pessimismo e negativismo, mesmo com a sua principal rival, JBS, estar imergida em uma grande crise reputacional com os escândalos.

A Petros, um dos principais fundos da companhia, disse ao Valor Econômico que “está insatisfeita com os resultados da BRF e com o desempenho das ações da empresa”.

Comentários

premium

Cadastrar

Para ler suas notificações, registre-se no Giro Business. Nós o manteremos informado sobre os tópicos que mais lhe interessam.

Login com Facebook Login com LinkedIn Cadastrar com e-mail
Já é cadastrado? Clique aqui

Login

Esqueci minha senha

Escreva seu email abaixo e você receberá um e-mail de recuperação da senha