B3 tem lucro líquido de R$ 163,48 milhões no 2º trimestre

Em termos recorrentes, lucro chegou a R$ 475,7 milhões, queda de 25% em um ano

A operadora de bolsas e de mercado de balcão B3 (a antiga BM&FBovespa) anunciou nesta sexta-feira (11) lucro líquido de R$ 163,48 milhões no segundo trimestre,  o primeiro resultado completo desde a aprovação da fusão da BM&FBovespa com a Cetip, em março.

O lucro do grupo combinado teve queda de 25% ante mesmo período do ano passado, somando R$ 475,7 milhões. O aumento do endividamento e menor caixa levaram o recuo do resultado financeiro.

A empresa aderiu a programa de regularização tributária do governo (Pert), cuja medida  refere-se a um acordo firmado em relação a uma multa de 157 milhões de reais, em valores atuais, da Receita Federal por questões fiscais ligadas ao pagamento de juros sobre o capital próprio de 2008.

Por ter aderido ao Pert, a B3 conseguiu reduzir o valor da multa para 94,1 milhões de reais. O impacto sobre o lucro líquido, porém, foi de 87,8 milhões de reais.

Comentários

premium

Cadastrar

Para ler suas notificações, registre-se no Giro Business. Nós o manteremos informado sobre os tópicos que mais lhe interessam.

Login com Facebook Login com LinkedIn Cadastrar com e-mail
Já é cadastrado? Clique aqui

Login

Esqueci minha senha

Escreva seu email abaixo e você receberá um e-mail de recuperação da senha